domingo, 15 de agosto de 2010

Incertezas

Talvez seja verdade, talvez mentira, não sei...
Simplesmente não sei como sou, como penso e sinto. Não sei o que quero ou espero dos outros, do futuro.

É duro perceber que nem sempre pensas como a maioria, que não sonhas com as mesmas cores, línguas ou feitios que os outros mas, tenho que aceitar, e talvez, olhar-me ao espelho de forma diferente.
Por vezes, quando faço isso, quando olho bem no fundo da minha alma, assusto-me com tanta escuridão, tantas trevas e frieza. Pergunto-me se sou assim. Se o que vejo é verdade ou imaginação.
Se calhar sim, por vezes não...

A verdade é que tento não pensar tanto nisso, é mais fácil e simples. Não custa tanto!
É bom, ás vezes seguirmos o caminho mais fácil. Apesar de não ser o correcto, o devido, pelo menos para mim...



Teresa Oli.

Sem comentários:

Enviar um comentário