sexta-feira, 20 de maio de 2011

Tudo se perde, Tudo se encontra.

Tudo se perde, tudo se encontra.
Tudo se mistura, tudo se vê... num momento de pura loucura e desespero, não se percebe o que tudo isto é. Uma parte de alguma coisa? Uma história? Algo horrível? Algo feio, triste, confuso? Talvez sim, não sei.
Simplesmente passei para o papel aquilo que via e sentia no meu ser, na minha mente. Agora que todas as portas se fecharam e o meu coração está à mercê de todos, sonho que se abre uma janela para algo bom para mim. Sei que isso é uma loucura, não sei, tantos dizem que sou diferente, especial como uma pérola do fundo do mar, que tenho vontade de testar. Testar o destino, as pessoas e a mim mesma. Quero ver como tudo pode acabar e eu vou assistir, aqui, de olhos bem abertos a tudo à minha volta.
Tantas palavras, tantos sentimentos. É raro ver tantas palavras e sentimentos expostos desta maneira num caderno. É raro, pois as pessoas têm medo de falar, de dizer o que sentem, o que afinal querem... Medo, tanto medo que se transforma em desespero, angústia, tristeza, insegurança...
Quero mudar e não tenho medo de ser verdadeira, de ser eu própria.



TeresaOliveira

Sem comentários:

Enviar um comentário